A Livraria Aillaud & Lellos era uma uma das últimas livrarias históricas da cidade de Lisboa e um marco na Rua do Carmo. Esta livraria generalista foi fundada por Raul Lelo em 1931, e concebida por António José Ávila do Amaral, colaborador de Cassiano Branco. Ex-libris da livraria: a sua montra em mármore de Estremoz em que porta é ladeada por lombadas de livros gravadas com nomes de autores portugueses, a estante central com candeeiro, o vidro gravado da sala do lado e o seu letreiro em estilo Art Déco, entretanto retirado após o fecho da loja.

A livraria (espaço) consta do Inventário Municipal (nº 48.11) anexo ao PDM, está inserida na Lisboa Pombalina classificada Conjunto de Interesse Público (2012) e na lista das lojas classificadas pelo Programa Lojas com História (2017).

Contudo, nada disso valeu na hora da renovação do contrato de arrendamento e acabou por encerrar a 29 de Dezembro de 2017.

É com grande tristeza que registamos o encerramento da Aillaud & Lellos e a retirada do seu letreiro.

   

Fotos de Arquivo (© Artur Lourenço)