Morada: Avenida de Roma, 55-C

Telefone: 217 961 930.

Fundador: Sociedade Ribeiro Rodrigues & Irmãos, Lda.

Proprietário actual: António Pedro Ferreira Júnior

Artigos:  Café e chás provenientes dos mais variados locais do mundo: São Tomé (muito procurado), Jamaica (o Monte Azul), Colômbia, Angola, Cabo Verde, etc.) , sendo o lote Cafélia o mais procurado. Outros produtos muito populares: frutos secos, bolachas (incluindo as famosas ararutas c/s chocolate e as waffers, todas devidamente armazenadas em caixa em folha), amêndoas e ovos da Páscoa, bombons e chocolates, rebuçados peitorais, geleias, etc. Tisanas. Ervas aromáticas. Também vende bules, máquinas de café e acessórios vários.

Decoração: Fachada com dupla montra-vitrine de ferro encimada por letreiros a néon com o nome da loja, a vermelho, e Chás e Cafés, em amarelo. No interior, novo letreiro de época alusivo à casa, numa das paredes forradas a “café-creme”, que foram azuis não há tanto tempo assim. Defronte, uma tela pintada com motivos africanos, cujo autor é já ilegível e que data da casa anterior à Cafélia. Ao lado vários relógios pendurados. Balcão duplo, armários, estantes e gavetões em madeira, repletos de artigos, frascos gigantes e odores que se retiram com medidas em metal dourado. Sobre os balcões, máquinas de moer café (entre eles um fantástico moinho Hobart pintado também de castanho) e balanças, todos com a idade da loja. Os pacotes verdes e dourados com a marca Cafélia são irrecusáveis.

Protecção: Inexistente

História: Antes desta loja de cafés fundada pelo Sr. Ferreira, existia uma mercearia, que também vendia cafés. Hoje, este estabelecimento é uma das lojas incontornáveis da Avenida de Roma e arredores, conhecida pela qualidade dos seus produtos e pela eficiência e simpatia dos seus empregados, o Sr. Paulo Jorge e o Sr. Jorge Gaspar, ambos na casa há mais de 30 anos. Há clientes específicos para cada lote e só em lotes encomendados à Negrita e à Flor da Selva, há vários: o Marquês de Pombal (com 70% de arábicas), o Chávena (15%), o Apolo (70%) ou o Bar (30%). Da Flora da Selva vêm a cevada e a chicória. Na cave, bem guardadas, estão as ervas aromáticas.

Curiosidades: Numa zona – Alvalade – conhecida por ser local de residência de muitos rostos conhecidos da televisão e do cinema, é natural que muitos deles sejam clientes da Cafélia e por isso não é estranho que a loja tenha sido filmada em diversas ocasiões, inclusivamente para efeitos de trabalho de curso da Escola António Arroio. A Cafélia, juntamente com as vizinhas papelaria Sinfonia, a casa de decoração China e, alguns quarteirões mais abaixo, a Livraria Bertrand, são das lojas cada vez mais raras que restam dos primeiros anos do Plano de Alvalade  (1945-1961), do arq. Faria da Costa.

Horário de funcionamento: Aberta de 2ª Feira a 6ª Feira das 9h às 13h e das 15h às 19h. E aos Sábados, das 9h às 13h.

Facebook