Morada: Rua da Prata, nº 293-297

Telefone: 21 342 17 28

Proprietário: Sociedade Barbosa, Esteves & Cia.

Autores: Arq. José Cottinelli Telmo e Arq. Luís Cunha

Artigos: Prata decorativa e utilitária, ouro e filigrana.

Decoração:  Decoração interior e da fachada dos Arq. Cottinelli Telmo e Arq. Luís Cunha, de linhas absolutamente Déco, recorrendo às cores vermelha e preta e a materiais como o ferro, bronze e mármore, sempre com um desenho de pormenor e de grande qualidade estética na concepção dos balcões, vitrines, candeeiros interiores e exteriores (lampiões). A rematar a fachada, o elegante letreiro a néon, com a designação da casa.

História: A Ourivesaria Barbosa e Esteves é um caso raro de património integrado nos espaços comerciais da cidade de Lisboa, de “obra total” das primeiras décadas do século XX – fachada, interior, grafismo, iluminação, mobiliário, desenho da calçada-, da autoria de Cottinelli Telmo, apesar da campanha de ampliações por que passou. Trata-se de uma obra pioneira de forte inspiração Art Déco, que está praticamente intacta deste a sua concepção, seja no desenho do espaço, exterior e interior, seja na sua decoração e nos materiais utilizados. A isso não será estranho o brio com que a mesma tem sido tratada pelos seus proprietários.

A presente ourivesaria resulta de várias campanhas de obras, a primeira, de 1927, resultante do projecto de alterações à ourivesaria pré-existente, relativamente pequena e quadrilátera, a que seguiu em 1929, a substituição da porta existente por uma outra em ferro, coberta a folha de alumínio e patinada como a pré-existente, mas com as letras B e E a encimá-la, chapas de cristal e ferragens niqueladas. Entre 1974 e 79, a ourivesaria foi ampliada para a pequena leitaria do lado, com projecto do Eng.Augusto Relvas Pires.

Protecção: Consta do Inventário Municipal anexo ao PDM (nº 48-10) e está inserida na Lisboa Pombalina classificada Conjunto de Interesse Público (2012)

Curiosidades: A Ourivesaria Barbosa e Esteves faz parte, na sua génese, do trio de ourivesarias da Rua da Prata pertencente a três primos da família Araújo. Do projecto de obra total fazia também parte o letreiro do passeio, desenhado na calçada portuguesa, removido posteriormente.

Horário de funcionamento: Aberta de 2ª Feira a 6ª Feira, das 10h às 18h, e aos Sábados das 10h às 13h.

Facebook