Morada: Rua Dom Pedro V, nº 96

Telefone: 21 581 42 96

E-mailfazfrio96@gmail.com

Proprietários: Raul Jorge Marques e Henrique Rodrigues

História: O conhecido restaurante típico Faz Frio terá sido inaugurado no último quartel do século XIX, muito provavelmente por volta de 1880, como casa de pasto e local de guitarradas, brigas, humores e amores. Ponto de passagem de marinheiros e foliões. Mas também de políticos que ali costumavam conspirar muito por culpa dos celebérrimos “reservados”, os gabinetes privados que assim o propiciavam. Tem alvará desde 1928.

Decoração: Fachada com porta e janela pintadas de verde, tal qual o característico toldo de antanho, em harmónio com a designação inscrita em tinta branca. A entrada para o interior em semi-cave faz-se por portas oscilantes de madeira, tipo “saloon”. O interior, a uma só sala, é estreito e comprido, e tem três “reservados” à esquerda, de tradição galega, que aliás é comum aos reservados de outro dos espaços típicos de Lisboa, a Estrela da Sé. Estes pequenos compartimentos estão forrados a painéis de madeira, pintados com desenhos representando 28 pregões de Lisboa, evocando um tempo em que os ofícios (amoladores, varinas, lavadeiras, fava-rica, aguadeiros, etc.) se cantavam nas ruas.

O chão centenário é em laje de pedra rústica, as mesas e os painéis em madeira e pedra. As paredes em volta da sala têm lambril de azulejos azuis e brancos e verdes. A estrutura da casa assenta em vigas de madeira e pilares em aço. Dos vários bibelots expostos na sala, ressalta à vista um popular boneco-marujo em madeira atribuído a Mário Cesariny.

Produtos: Comida caseira (é ponto de honra da nova gerência!) tradicional portuguesa, mas não só. São feitas honras ao bacalhau desde a fundação da casa – não esquecer que a Antiga Casa Faz Frio era conhecida por dois pratos de dia fixo: o bacalhau à Brás e o arroz à valenciana, que exigia pré-encomenda, aliás; a meia desfeita, os pastéis de bacalhau, etc.  No Faz Frio privilegia-se os produtos da estação.

Protecção: O Faz Frio faz parte das lojas inscritas no programa Lojas com História.

Curiosidades: A Antiga Casa Faz Frio, assim designada até Outubro de 2018, altura em que passou a ser “apenas” Faz Frio, deverá o seu nome a uma de duas histórias, se bem que porventura nenhuma delas verdadeira. Assim, terá existido naquele espaço, há século e meio, quando ainda era taberna, alguma “câmara frigorífica”, provavelmente cubas de gêlo para conservação de alimentos e/ou refrigeração de cerveja; ou, hipótese mais recente, o frio da casa resultaria, simplesmente, das correntes de ar provocadas pela porta dos fundos quando esta se abria para que algum conspirador (habitualmente clientes) ou algum folião ou trovador mais afoito se pudesse escapulir mais facilmente de uma qualquer rusga ou briga mais … acalorada.

Horário de funcionamento: Aberto à 3ª, 4ª e Domingo, das 12h às 00h, à 5ª, 6ª e Sábado, das 12h às 02h. Encerra à 2ª Feira.

Facebook