Morada: Avenida de Roma, 44-A

Telefone: 21 849 58 39

E-mailr.santosmoreira@hotmail.com

Fundador: Casa Gouveia Machado

Proprietário: R. Santos Moreira, Lda.

Artigos: Papelaria, livraria e discoteca. Artigos escolares. Posters. DVD. Discos vinil. Cassetes, vídeos. Agendas, canetas de tinta permanente, tinteiros, etc

Decoração: Decoração dos anos 50-70, de que se destacam os fabulosos néons, que iluminam a montra mas também a actual discoteca (e videoteca) da loja de rua, e que também existem no interior, com outro traço, fazendo de “figura de convite” a uma descida ao piso inferior, para a actual papelaria-livraria na cave e à galeria circundante. A fachada é assente em socos de pedra de Estremoz Escuro, com grelhas de ventilação e perfilados de alumínio anodizado, tal como a porta de entrada. Pala em estrutura de perfilados de ferro revestidos a chapa pela parte superior e a réguas de alumínio lacadas a branco “luxalom” pela parte inferior, com frente a chapa inoxidável polido. Toldo encarnado. No interior, balcões, frisos, revestimentos de traves e corrimãos e estantes em madeira e alumínio, com design dos anos 70.

Protecção: Inexistente.

História: A Sinfonia é uma das lojas resistentes da Avenida de Roma e a sua história confunde-se com a de Alvalade e com a Escola Primária do Bairro de São Miguel, por exemplo, cujos alunos ali faziam romaria para comprarem os seus cadernos diários, os lápis ou as canetas de tinta permanente, os afias, os lápis de cera, etc., ou os posters dos artistas, dos super-heróis. A loja começou por ser em 1954 uma discoteca da firma Gouveia Machado, sediada na Rua de São José e especializada em instrumentos musicais, e resumia-se a um pequeno espaço. Mais tarde, ficou na posse da R. Santos Moreira, numa fase de expansão da firma, que, originariamente ligada ao ramo das ferragens e com sede em Campo de Ourique, rapidamente chegou a ter várias lojas em Lisboa – do mesmo proprietário eram, por exemplo, a loja de brinquedos mais conhecida de Alvalade, mesmo ao lado e hoje desaparecida, a Pelicano, várias lojas no centro comercial Apolo 70, a Flamingo (Rua Forno do Tijolo).

A Sinfonia passou por vários momentos inolvidáveis ao longo da sua história: os livros proibidos no antigo regime, lidos às escondidas na cave; a febre da banda desenhada, em que se faziam filas à porta para os últimos lançamentos; os discos de vinil (a Sinfonia continua a vendê-los!), os posters, etc.

O projecto original do edifício é do Arq. Joaquim Ferreira, na loja decorreram duas campanhas de obras de alteração e ampliação, a primeira em 1972 da autoria do Arq. Raul Bragança de Araújo Branco e uma segunda em 1974, da firma J.C.Leal, que conferiram ao estabelecimento o aspecto actual.

Horário de funcionamento: Aberta das 10h às 13h30 e das 15h às 19h30, de 2ª Feira a 6ª Feira. Sábados das 10h às 13h30 e das 14h30 às 19h.

Facebook