Morada: Rua Bernardino Costa, nº 35

Telefone: 21 342 2367/ 96 946 2182

Fundador: Paulo Pereira

Gerente: José Carlos Barbosa

Produtos: Bebidas e snacks

História: O Bar Americano nasce em 1920 numa época em que floresciam na zona do Cais do Sodré vários estabelecimentos comerciais alusivos ao universo marinheiro anglo-saxónico (English Bar, British Bar, Tabacaria Inglesa, etc.), sendo este mais frequentado pelos patrões das firmas de navegação que ali existiam por esses tempos. Muito mais tarde passou a ser local de escritores como Alexandre O’Neil ou Cardoso Pires, para quem o Bar Americano era “a capela mais fiel à imagem de Fernando Pessoa que o frequentou às horas litúrgicas dos morning drinkers, alinhado ao balcão entre os clientes de pé.” (in “De Bar em Bar. O Jornal. Nº. 622, 23 Jan.1987)

Decoração: A fachada do Bar Americano (foto de destaque de Ana V. Almeida) apresenta um dos raros painéis publicitários ainda existentes em Lisboa, alusivo à marca “Porto Krohn” (fundada em Vila Nova de Gaia, em 1865, por dois noruegueses). Na montra costuma estar uma registadora da National (marca já habitual em quase todas as lojas verdadeiramente antigas de Lisboa), sempre bem acompanhada por vários objectos de colecção. O interior, escuro como mandam as regras e a madeira que cobre meia parede a todo o redor do bar, tem uma fabulosa garrafeira centenária bem emprateleirada na outra metade da parede, a que convém não limpar o pó. Alguns dos bancos e cadeiras são da origem do bar. Há fotografias e posters antigos. E uma fabulosa porta para o w.c.

Protecção: Consta do conjunto edificado registado em Inventário Municipal (nº 49.43) anexo ao PDM, está inserida na Lisboa Pombalina classificada Conjunto de Interesse Público (2012) e consta das lojas classificadas pelo Programa Lojas com História (2017)

Horário de funcionamento: Todos os dias das 16h às 4h.

Facebook