Morada: Rua Carvalho Araújo, 46

Telefone: 21 814 17 08

E-mailfarmacalis@gmail.com

Fundador: Augusto Albuquerque da Fonseca

Proprietária: Maria Helena Correia de Brito Teixeira

Artigos: Fármacos e artigos farmacêuticos.

Decoração: Exterior composto de porta em metálica e montra, constituídas por perfis de alumínio anodizado em cor de latão, inseridas em fachada de azulejos azuis. A fachada ostenta placa identificativa em pedra. Interior forrado a expositores em madeira ao estilo Art Déco, originais, incluindo placa com designação da farmácia e da direcção técnica incrustada ao centro dos expositores principais. O balcão ao centro é dos anos 80, réplica do primitivo. Vitral colorido ao fundo da sala. A farmácia possui vários objectos de decoração dos seus primórdios (relógio, balança, frascos, etc.).

Protecção: Edifício inserido na Carta Municipal do Património anexa ao Plano Director Municipal (41.24 Conjunto arquitetónico / Rua Carvalho Araújo, 16 a 120)

História: A actual Farmácia Alcális resulta da Farmácia Fonseca, cujo director técnico era J.J. da Luz Preto, e que foi aberta em edifício mandado construir por Gerardo Soares em 1930. As obras de alterações na porta e a abertura de vão para montra de exposição dos artigos comercializados, datam de 1961. Nelas foi substituída a porta ondulada em madeira e respectiva bandeira almofadada, e forrada a montra a espelhos.

Curiosidades: Atrás da sala de atendimento (“sala de vendas”) encontrava-se o laboratório, bem como o escritório e os arrumos, estes últimos ainda existentes e no mesmo local.

Horário de funcionamento: Aberta de 2ª Feira a 6ª Feira das 8h45 às 13h30 e das 14h30 às 20h.

(foto ao topo, da autoria da Farmácia Alcális)

Facebook